Óleo pode ser reciclado, mas não junto com o seu lixo

Se você pensa que o óleo está no mesmo patamar de reciclagem dos outros materiais recicláveis, está redondamente enganado. O lixo, seja ele reciclado ou não, é colocado nas lixeiras para que a municipalidade recolha de maneira correta, tudo fiscalizado e dentro de padrões.

É normal as pessoas pensarem que o óleo, por ser reciclável, está na mesma categoria que outros materiais igualmente recicláveis, como papelão, plástico ou alumínio e colocam tudo junto na lixeira de rua. Nesta situação, pode acontecer de recicladores que passam recolhendo este material pegar o óleo e levar tudo junto antes da municipalidade recolher.
Qual o problema então?
Os carrinheiros, infelizmente, levam todo o material de maneira precária, e acabam, normalmente, derrubando na rua este material. Aí mora o problema: o papelão, por exemplo, não traz risco. Se cair no chão basta recolher, se chover pode molhar sem problema, mas o óleo se cair no chão gera uma série de problemas e não tem muito o que fazer. O óleo simplesmente contamina, não tem remediação e não serve mais para ser reaproveitado.
Vai para o rio e para o solo, passando a ser um problema ambiental. Lembre-se que o óleo é inerte dentro da nossa legislação (e na prática também), portanto não se dissolve no meio ambiente. 
Não deixe seu óleo usado com outros materiais recicláveis. Entre em contato com a Ambiental Santos! Você estará contribuindo para para o meio ambiente e não vai prejudicar a cidade. Siga a gente no Facebook e no Instagram agora mesmo para saber como proceder.