Loja online de produtos de limpeza chega ao mercado com ação social

Com apenas um clique é possível comprar produtos de limpeza com preços competitivos, manter a casa limpa sem sair dela, combater o câncer e ajudar crianças e adolescentes que sofreram qualquer tipo de violação de direitos. Esta é a proposta da Ambiental Santos, empresa pioneira no Paraná e Santa Catarina em coleta e reciclagem de óleos e gorduras vegetais, com a sua loja online Ambiental Sabões!

“A ideia é oferecer produtos de alta qualidade no mercado, com economia e comodidade, e ainda ajudar instituições que prestam um bom serviço para sociedade. É a contribuição da Ambiental Santos para que as pessoas sigam mantendo suas casas limpas,  uma vez que a pandemia deixou muita gente mais tempo dentro de seus lares, trabalhando e estudando – e ambiente limpo passou a ser uma das maiores preocupações dos dias atuais” explica Vitor Dalcin,  Diretor Executivo da Ambiental Santos.

Parte da renda destinada para o projeto Óleos do Bem
Como parte da “inauguração” da loja virtual, a Ambiental Santos vai destinar 5% de todas as vendas da Ambiental Sabões  até o final de novembro para o projetos Óleos do Bem, sendo que metade do valor arrecadado destinado para o hospital Erasto Gaertner, que é referência em tratamento de câncer no Brasil, e os outros 50% para Acridas, Associação Cristã de Assistência Social, organização que acolhe crianças e adolescentes em situação de perigo..

Por coincidência, o projeto Óleos do Bem, que converte parte do óleo arrecadado em recursos financeiros para as instituições citadas, foi criado quando a pandemia do Coronavírus estourou no Brasil. Na ocasião, a coleta de óleo de cozinha usado caiu muito, reflexo do fechamento de parte dos bares e restaurantes na capital paranaense, porém a retomada gradativa das atividades em restaurantes está fazendo com que o projeto ganhe um novo fôlego:

“Destinar 5% da renda dos primeiros dias da Ambiental Sabões é uma forma de fazer com que o Óleos do Bem garanta mais recursos para as instituições. Quem compra, além de receber em casa pagando menos pelos produtos, estará ajudando instituições sérias.”